Gases intestinais e gases no estômago: como resolver de forma natural

Gases intestinais e no estômago
Os gases, sejam eles gases intestinais ou gases no estômago, podem ser um grande incômodo em vários aspectos da sua vida. Embora não sejam um problema com consequências realmente sérias, eles podem causar desconforto, inchaço, dores e grandes constrangimentos.

Mas antes de prosseguir, é bom definir: o que exatamente eles são?

O que costumamos chamar de “gases” pode ter duas origens: estômago ou intestinos. As causas de cada um são diferentes.

Gases no estômago

Os gases estomacais são os que dão origem aos arrotos, e além de algum constrangimento podem trazer dores abdominais. Eles são normalmente causados por ar engolido junto com a alimentação.

As causas mais comuns da ingestão de ar são:

  • Comer rápido demais
  • Consumo de bebidas gaseificadas
  • Uso de canudos para consumir bebidas
  • Consumo de chicletes
  • Fumo
  • Algumas condições médicas específicas

Como se pode observar, infelizmente são quase todas causas direta ou indiretamente ligadas à pressa constante da vida moderna, aos hábitos que adquirimos ao longo de anos e certamente não serão fáceis de abandonar. Mas nem tudo está perdido, como você vai ver.

Gases intestinais

Os gases que vêm do intestino são os que dão origem aos flatos, popularmente conhecidos como puns. Eles são gerados pelo processo de digestão de alguns alimentos no intestino grosso.

A maior parte dos alimentos que comemos é digerida pelo estômago ou pelo intestino delgado, mas há alguns nutrientes que estes órgãos não conseguem digerir de forma apropriada – alguns carboidratos, amidos e fibras. Estas substâncias passam pela maior parte do sistema digestivo sem ser completamente absorvidas e acabam no intestino grosso, onde as bactérias locais terminam o processo de digestão. Os gases intestinais são um sub-produto da fermentação dessas substâncias nesse processo final da digestão, que pode liberar hidrogênio, metano e enxofre.

Como resolver?

Existem duas maneiras básicas de se lidar com gases no trato digestivo: a primeira seria promover uma mudança de hábitos alimentares. Cortando ou moderando o consumo dos principais causadores de gases, que são:

  • Leite e derivados (queijo, requeijão, sorvete, manteiga, margarina)
  • Ovos
  • Feijão e cereais semelhantes (ervilha, lentilha, grão de bico)
  • Refrigerantes e outras bebidas gaseificadas
  • Trigo e derivados, como pão
  • Repolho
  • Brócolis
  • Couve -flor
  • Cebola
Essa dieta que por si só já seria complicada (e pouco recomendável nutricionalmente falando) ainda teria que ser aliada a novos hábitos de mastigação e de ingestão de líquidos  para ser eficaz.

Há uma solução muito mais simples e eficiente para o problema, e que ainda por cima oferece outros benefícios: o consumo regular de chás digestivos, em especial o chá verde.

Os benefícios do chá verde

O chá verde é uma excelente forma de tratar a questão dos gases, porque além de ajudar muito na solução do problema ele também tem uma série de outros benefícios. Conforme um estudo da Universidade de Harvard, o consumo regular de chá verde reduz o risco de incidência de diversos tipos de câncer, de problemas cardíacos, reduz a oxidação do colesterol ruim, aumenta o colesterol bom e melhora a circulação. Ou seja, você resolve um problema e ajuda a prevenir uma série de outros muito mais sérios!

Além de todos os benefícios citados o chá verde suaviza muito a eliminação dos gases do estômago e reduz enormemente a formação de gases intestinais. O consumo regular alivia todas as formas do problema de maneira significativa.

Muitas pessoas evitam o consumo de chá verde porque não se adaptam ao seu sabor. Hoje isso não é mais um problema. É possível adquirir preparados de chá verde com suco de frutas, ou mesmo em cápsulas, a forma mais prática de tê-lo sempre à mão e ajudar a resolver seus problemas com gases intestinais ou gases no estômago, não importa onde você esteja.

Fontes:
http://www.medicinenet.com/intestinal_gas_belching_bloating_flatulence/article.htm
http://digestive.niddk.nih.gov/ddiseases/pubs/gas/
http://www.health.harvard.edu/press_releases/benefit_of_drinking_green_tea

Você pode gostar também de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *